Évora, Évora

Evora

 

Evora

 

Evora

 

Évora, e o sol do Alentejo

O Alentejo terá sempre um lugar especial no meu coração. Por isso queria mostrar-vos estas fotos do belo sol de Évora. Boa comida e bebida, tempo quente e pequenas casas brancas e amarelas – é o que vem à minha cabeça quando penso no Alentejo. E claro, nos meus queridos avós ♥.

Nestes tempos difíceis, não se esqueçam que viajar dentro do país é sempre uma boa opção. E para os meus seguidores portugueses: Recomendo muito o Alentejo! Não vou ter mais férias até me mudar para Paris por isso não penso ir a nenhum sitio de especial este Verão. Têm alguns planos de viagem futuros?

So. So.

Évora, and the sun of Alentejo

Alentejo will always have a special place in my heart. So I wanted to present you with these pictures of the beautiful sun of Évora. Good food and drinks, warm weather and tiny white and yellow houses – that’s what pops in my mind when I think about Alentejo. And of course, my lovely grandparents ♥.

In these hard times, do not forget that travelling inside the country is always a good option. And for my portuguese followers: I totally recommend visiting Alentejo! I will not have any more holidays before moving to Paris so I don’t think I am going anywhere special this Summer. Do you have any future travel plans?

 

I AM MOVING TO PARIS TO STUDY FASHION!

I am moving to Paris to study Fashion!

I am moving to Paris to study Fashion!

I am moving to Paris to study Fashion!

~ Pictures from my last trip to Paris ~

 

Sim, leram bem. Eu vou mesmo estudar moda para Paris. Eu, Paris e moda na mesma frase, omg. Os sonhos tornam-se realidade, malta! A Catarina de oito anos está aos gritos neste momento. Ela sempre disse que ia viver em Paris, ter um atelier onde ia pintar as suas telas, comer croissaints e ter uma varanda com vista para a Torre Eiffel. Aguenta só mais um bocadinho Kiki, estamos quase lá!

Pensei em partilhar esta história com vocês porque, obviamente, não é tudo arco íris e borbolatas. É muito poderoso saber que podemos mudar a nossa vida a qualquer momento. Não estou a dizer que é assim tão fácil ou linear, eu tive muitas dúvidas e medos  ainda os tenho. Na verdade, vai provavemente ser bastante difícil. Ma caso estejam à procura de um sinal para seguir os vossos sonhos: É ESTE.

Se quiserem saber mais sobre todo o processo, continuem a ler!

 

Yup, you read that right. I am moving to Paris to study Fashion. Me, Paris and fashion on the same sentence, omg. Dreams do come true, kids! Eight year old Catarina is screaming right now. She always said that she would live in Paris, have an atelier where she would paint her canvas, eat croissants and have a balcony with a view to the Eiffel Tower. Hold on little Kiki, we are almost there!

I thought I would share this story with you because, obviously, it’s not all rainbows and butterflies. It’s very empowering to know that you can change your life at any second. I am not saying it’s this easy or linear, I had a lot of doubts and fears – actually, I still do. In fact, it’s probably going to be damn hard. But in case you are looking for a sign to follow your dreams: THIS IS IT.

So if you want to know more about the whole process, keep reading!

 

I am moving to Paris to study Fashion!

 

Como e quando decidi fazer um mestrado?

Sempre soube que queria trabalhar na indústria da moda. Só não sabia como lá chegar! Quando acabei a minha licenciatura em Economia decidi que não iria seguir para mestrado imediatamente porque: 1) os mestrados na minha área são caros e eu não tinha dinheiro suficiente para o pgar sozinha e 2) não sabia que curso seguir e não queria tomar uma decisão tão importante só para ter um diploma que não me diz nada.

Então comecei a trabalhar na minh área – pareceu-me ser uma ideia inteligente porque iia ganhar dinheiro e tempo, os quais esperava ajudarem-me a tomar a decisão final. Dois anos mais tarde, em setembro de 2020, estaava confortável mas não 100% feliz. Gostava do meu trabalho, gostava da minha equipa mas sentia-me inquieta porque de alguma forma sabia que fui feita para algo maior! E depois, eventualmente, uma série de eventos infelizes levaram-me a pensar “Tenho de fazer o que amo porque a vida é demasiado curta e não a quero viver com arrependimentos”.

Eu gosto de economia e gestão, é o que eu sei fazer e o que sempre estudei. Mas a moda é a minha paixão! Por isso, combinar as minhas duas forças pareceu-me ser o melhor dos dois mundos. E foi assim que, num fim de semana aleatório, comecei a pesquisar pelos “melhores mestrados em fashion management no mundo”.

 

How and when did I decide to make a Master’s degree?

I always knew I wanted to work in the fashion industry. I just did not know how to get there! When I finished my undergraduate degree in Economics I decided that I was not going to follow a master’s degree right away because: 1) Masters in my area are expensive and I didn’t have enough money to do it alone and 2) I did not know which field to follow and I did not want to make this important decision just to have a diploma that meant nothing to me.

So, I started working in my area – this sounded like a clever idea because I would gain both money and time, which hopefully would allow me to make my final decision. Two years later, back in September 2020, I was conformable but not 100% happy. I liked my job and I liked my team but I felt unsettled because somehow I knew I was meant for more! And then, eventually, a lot of unfortunate events led me to think “I have to do what I love because life is too short and I don’t want to live it in regret”.

I like economics and management, this is what I know and studied. But fashion is my passion! So combining my two strengths sounded like the best of both worlds. And this is how, on a random weekend, I started searching for the “best fashion management masters in the world”.

 

I am moving to Paris to study Fashion!

 

Como decidi a que mestrado me candidatar?

Feliz ou infelizmente, não tive muitos resultados quando fiz a pesquisa. Primeiro que tudo, todos os resultados eram fora de Portugal – o que, na verdade, eu já sabia. Alguns deles eram inteiramente online, outros lecionados em línguas que não domino e outros em escolas de moda (eu queria que o mestrado me desse uma forte compenente de gestão). Comecei a eliminar possibilidade e, eventualmente, terminei apenas com algumas. No fundo eu sabia que queria escolher Paris sobre qualquer outra porque… bem, chamem-me básica, mas Paris é Paris. E não conheço outro lugar melhor no mundo para estudar moda. Então entrei no site da escola, vi o programa e apaixonei-me por este em específico.

Lembro-me de dizer à minha mãe, quando ela chegou a casa nesse dia: “Encontrei o mestrado dos meus sonhos…… mas é em Paris”. Primeiro, fez uma cara triste e disse “Não me deixes!” mas assim que viu o programa disse “Isto foi feito para ti, meu amor, tens de ir”.

 

How did I decide on which Master’s degree to apply?

Fortunately or unfortunately, I did not have a lot of results when I searched. First of all, the results were all outside of Portugal – which, to be honest, I already knew. Some of them were fully online, others were taught in languages which I do not dominate and others were in art schools (and I wanted the master’s to give me a strong management tool). I started to eliminate possibilities and I have ended with only a few. Deep down I knew I wanted to choose Paris above all because…. well, call me basic, but Paris is Paris. And I do not know any better place in the world to study fashion. So I have entered the school’s website, checked the program and fell in love with this specific one.

I remember telling my mother, when she came home that day: “I fount the master’s of my dreams……. but it’s in Paris”.  First, she made a sad face and said “Don’t leave me!” but as soon as I showed her the program she said “This is you, my love, you have to go”.

 

Paris, Jardin des Tuileries

 

Como é que consegui o dinheiro?

Eu sonho em grande, malta. E os meus sonhos são bem caros. É verdade que comecei a trabalhar com o propósito de ganhar dinheiro paa o meu mestrado! Mas não tive em conta a parte em que ia viver por vários meses numa das cidades mais caras do mundo, sem trabalhar. Esta era a minha única preocupação que me fez pensar duas vezes antes de me candidatar.

Senteime à mesa com os meus pais várias veses para discutir as várias possibilidades e eles apoiaram-me sempre desde o primeiro dia. Queria fazer isto por mim própria, dependendo de mim apenas. Então, como boa economista, criei um excel com várias simulações de orçamentos. E em todas as simulações eu sobevivia – é bom o suficiente!

Lembro-me de todas as chamadas, áudios e almços de sushi com os meus amigos. Eles sabem o quanto eu queria isto e todos me disseram para simplesmente ir. E lembro-me de uma frase em especial que mudou o jogo para mim:

«O dinheiro volta mas o tempo não».

 

How did I manage to get the money?

I dream big, kids. And my dreams are expensive. It’s true that I started working with the purpose of gaining enough money for my master’s! But I did not take into account the part where I would live for several months in one of the most expensive cities in the world, without being able to work. This was my only concern which was making me think twice before applying.

I have set with my parents at dinner several times to discuss all the possibilities and they have been fully supporting me since day one. I wanted to do this on my own, depending on me only. So, as a good economist, I have created an excel with several budget simulations. On all these simulations I would survive – that’s good enough!

I also remember all the calls, audios and sushi-lunch-conversations I had with my friends. They knew how much I wanted this so all of them told me to just do it. And I remember one specific sentence that was a game-changer for me:

«Money returns but time does not».

 

I am moving to Paris to study Fashion!

 

Como foi o processo de candidatura?

Quando decidi que iria mesmo candidatar-me, comecei a tratar de toda a documentação necessária. Este foi um passo rápido visto que tinha praticamente tudo o que precisava antecipadamente. Candidatei-me assim que as candidaturas abriram (algurem em Novembro) e tive a resposta para uma entrevista na mesma semana. Lembrete amigável: Vejam a vossa caixa de spam com regularidade, nunca se sabe o que lá podem encontrar. Porque sim, eu consegui perder o email mais importante de sempre! Felizmente tive a brilhante ideia de enviar um email em Fevereiro, para verificar a data de resposta expectável, e marcaram-me uma nova entrevista. A entrevista serve para se certificarem que os candidatos se enquandram nos valores da escola e do programa a que se candidataram. Lembro-me que me perguntaram algo que esperei toda a minha vida para responder: O que é a moda para ti?

Felizmente tudo correu bem e tive a minha resposta a meio de março a dizer que foi aceite!

 

How was the application process?

Once I have decided that I was going to do it, I started to take care of all the necessary documentation. This was a quick step as I had almost everything that I needed upfront. I applied as soon as the applications opened (somewhere in November) and got an answer for an interview the same week. Kindly reminder: Check your spam box frequently, you never know what you might find there. Because yes, I managed to miss the most important email ever! Fortunately I had the brilliant idea of emailing them in February, to check on the expected answer date, and they scheduled a new interview. The interview was meant to make sure the candidates fit the school’s and program’s purposes. I remember I got asked the question I have waited all my life to answer: What is Fashion for you?

Everything went well and I got my answer in mid-March saying that I was accepted!

 

Paris, Montmartre

 

O que tenho feito desde aí?

Alguns dias penso “Damn it, girl.Conseguiste! Vais viver o teu sonho!” e outro dias custa-me a acreditar e começo a duvidar de tudo. Acho que tudo isto só vai parecer mesmo real quando puser o pé naquela cidade maravilhosa com as minhas 100 malas e me instalar no meu estúdio minúsculo. Agora estou demasiado preocupada com todas as burocracias e, especialmente, em encontrar uma casa. Alugar casa é um processo difícil. Mas alugar casa a 2000km de distância devia ser um desporto!

Por isso… Vou estar um pouco atrapalhada até ao início do mestrado. Mas estou muito entusiasmada para esta aventura, como podem ver! Estou tão grata por esta oportunidade e mal posso esperar por viver esta experiência única.

O que há a reter: se são sortudos o suficiente por ter um sonho, não o desperdicem. Não há altura certa para ir atrás dele. Assim que virem uma oportunidade, vão só. E se não a virem, procurem melhor!

So. So.

What have I been doing since?

Some days I think “Damn it, girl. You did it! You are going to live your dream!” and some days it’s just hard to believe and I start to doubt everything. I guess this will only feel real once I step my foot in this amazing city with my 100 bags and install myself in my tiny little studio. Right now I am too worried about the bureaucracy things and, specially, with finding a house. Renting a house is a hard process. But renting a house from 2000km away should be a sport!

So… I will be a bit busy until the beginning of the master’s. But I am so exited for this adventure, as you can probably tell! I am so thankful to have this opportunity and I cannot wait to live this unique experience.

Bottom line is: if you are lucky enough to have a dream, do not waste it. There is no right time to do it. As soon as you see an opportunity, just go. And if you do not see it, look closely!

So. So.

Welcome to Marvão

Random snaps from a weekend in Marvão

 

Random snaps from a weekend in Marvão

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Random snaps from a weekend in Marvão

 

 

Random snaps from a weekend in Marvão

Random snaps from a weekend in Marvão

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Random snaps from a weekend in Marvão

 

Random snaps from a weekend in Marvão

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Random snaps from a weekend in Marvão

 

Fotos perdidas de um fim-de-semana em Marvão

 

Visitei Marvão pela primeira vez em 2009. Não me lembrava muito da vila em si. A única coisa que me lembrava era do pequeno-almoço maravilhoso do sítio onde ficámos. E consequentemente a vista maravilhosa da sala de refeições 😀 . Revisitámos esta pequena vila recentemente e fomos arrebatados mais uma vez.

Há apenas 90 habitantes em Marvão e um único café onde se encontram. A melhor coisa de visitar estas pequenas vilas em Portugal é que toda a gente te trata como se te conhecesse desde sempre! Mesmo mantendo a nossa grande distância de segurança, pude falar com o Sr. Jorge e tornar-me a sua melhor amiga em apenas 30 minutos ahah. Também conheci o seu cãozinho Sebastien, com apenas 2 meses de vida, a coisa mais fofa de sempre!

Alentejo vai sempre ter um lugar especial no meu coração. E, além das pessoas, há uma coisa que vos vai roubar o coração instantaneamente: A COMIDA! Apesar de achar que é algo transversal a todo o país. Já visitaram Marvão?

 

Random snaps from a weekend in Marvão

 

I visited Marvão for the first time in 2009. I didn’t remember much from the village itself. The only thing I remembered was the amazing breakfast from the place we stayed. And consequently the amazing view from the meal room 😀 . We revisited this lovely village recently and got to be amazed once again.

There are only 90 habitants in Marvão and one single café where they meet. Best thing about visiting these little villages in Portugal is that everyone treats you like they have known you since forever! Even while keeping our big security distance, I got to chat with Mr. Jorge and become his close best friend in just 30 minutes ahah. And also meet his little dog Sebastien, with just 2 months of life, cutest thing ever!

Alentejo will always have a special place in my heart. And, besides the people, there’s one thing that will get your heart instantly: FOOD! I think this is something which applies to almost the whole country, though. Have you ever visited Alentejo?